21 de março de 2012

Deixados para trás

Editora United Press

Quem ia em igreja no começo da década passada (tempão, hein), lá por 2001, 2002, pode ter conhecido essa série americana de livros apocalípticos - Deixados para trás, escrita por Tim LaHaye e Jerry B. Jenkins. Eu comecei a ler naquela época e parei. Aí que uns meses atrás (muitos), tinha uma promoção em uma loja virtual para comprar todos os 13 livros por uma miséria e eu não resisti (mas agora eu entendo porque era tão barato).

No final do ano passado, decidi ler tudo em 2012, finalmente. E eis que: desisti. Cheguei até o 3o livro, sofrendo. Pessoas, é muito mal escrito. A história é bem rasa (isso eu lembrava) baseada numa das teorias interpretativas do livro Apocalipse da Bíblia (os crentes serão arrebatados para o paraíso, e os deixados para trás terão 7 anos de muitas tribulações, praga, doença, guerra, morte antes de Cristo voltar), mas eu realmente imaginei que poderia ser interessante ver como os autores construíram uma história de ficção em torno desse tema. Mas não dá. O livro é uma enrolação, bem pouco verossímil na construção da história e os personagens tem tanta profundidade psicológica como uma piscina de bebê. 

Eu poderia insistir em ler a série, só pela meta, mas tem tanto tanto livro bom nesse mundo, que perder o meu tempo com isso é um desperdício. Se você pulou essa modinha (teve até filme), muito bem, não perdeu nada mesmo. 

13 comentários:

  1. Hahahhaa... Taci, vc é engraçada!!!
    Não conheço a história, nem quero conhecer! Hahaha...

    Um filme que não tem nada a ver com Bíblia, mas me lembra aquele trecho do Apocalipse que fala "ai das que estiverem amamentando" e tal... é aquele Eu sou a lenda, na cena que o Will Smith tranca todas as janelas da casa à noite. Eu imagino que deva ser algo assim... péssimo!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Hehehhee, ainda bem q eu nem pensei em comprar essa coleção... =)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Taci, no fim do ano passado uma amiga minha pediu essa coleção de amigo secreto e eu juro que fui em todas livrarias, sebos, lojas de produtos evangélicos, tudo que vc possa imaginar e não encontrei esses livros em lugar nenhum e acabei dando um outro que ela tinha pedido, mas tinha deixado claro que preferia o "Deixados para trás".

    To vendo que no fim das contas foi bom não ter encontrado o livro então... rsrsrs

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Não li esses livros, mas me lembro dos filmes e na época era tão escasso filmes evangélicos, acredito que até hoje, que me lembro que gostei muito!

    Mas o que me chamou atenção neste post foi o autor Tim LaHaye, eu tenho o livro Temperamentos Transformados dele e nossa, EU AMO, o li na minha adolescência e comprei no ano passado, é bem interessante se conhecer psicologicamente!

    Espero que possa fazer o comentário desse livro, pois confesso que fiquei tão triste quando vi vc detonando os livros de um autor que eu admiro muito... Mas como disse, não li os livros acima!

    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Oi, Dizziany,

    eu li esse livro do Tim LaHaye e também gostei - acho que ele é melhor escritor de não ficção do que ficção, que é o caso. Vou comentar sobre ele em breve no blog, inspirada por você!

    Obrigada pelos comentários e espero que você continue participando!

    Bjs,

    taciana

    ResponderExcluir
  6. Minha tia tem quase toda a coleção (só falta o 13°) e me emprestou toda ela ano passado, no meu aniversário. Em menos de dois meses já havia terminado de ler os doze livros, sendo que lia apenas no ônibus que era quando tinha tempo. Eu praticamente respirei os livros naqueles dois meses. O livro me envolveu completamente, e quando a história 'acabou' (digo 'acabou' porque ainda tenho que ler o último) realmente senti um vazio no peito. Os personagens me conquistaram tanto, a história me envolveu de uma maneira que senti como se tivesse perdido grandes amigos. Mas é aí que a questão de gosto entra: livros que agradam muito uma pessoa podem ter o efeito oposto em outras. Só sei que, pela minha experiência, recomendo a qualquer um, e para mim é uma ótima leitura (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li a serie todinha. Fiquei muito envolvida. Amei. E ouso dizer que me abriu o entendimento pra muitas profecias.

      Excluir
  7. Concordo com a Liah, não consegui parar de ler a série, passei madrugadas em claro. Vivi cada segundinho e a história me cativou muito! Acho que é questão de gosto mesmo, mas eu ainda super apoio quem quiser tentar ler! Eu amei!

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho essa coleção, comprei em 2011 e tô terminando de ler o 10º livro, nossa eu também acho o livro muito enrolado,lembro que li o 1º livro e me apaixonei logo de cara, aí levou um tempão para eu comprar a coleção,lembro que enchi a paciencia da minha mãe querendo comprar a coleção por um bom preço no submarino.Eu gosto de livros desse tema,mas infelizmente essa será uma série que só lerei uma única vez mesmo.
    Tô atras da versão teen dessa coleção, mas infelizmente a editora só publicou até o 10º volume,sendo que nos USA vai até o 40.
    Besos,

    ResponderExcluir
  9. Eu não li os livros, mas comprei os 3 DVD's disponíveis no mercado e gostei bastante. Gosto não se discute, não é mesmo? O que seria do amarelo se todos gostassem somente do azul?
    Ah, conheci teu blog hoje e ameeei!
    Beijo Taciana :)

    ResponderExcluir
  10. Oi, Eliana, que bom que você gostou do blog!

    E concordo completamente, não é bom que todo mundo goste da mesma coisa e essa é só a minha opinião, entre tantas possíveis. Eu não recomendo a leitura, mas quem tiver interesse, pode formar sua própria opinião.

    ResponderExcluir
  11. Cara, sinto muito que esses livros lhe tenham passado essa impressão. Eu devorei a série, degustando como um gourmet, ação, drama simples, personagens normais (mas parece que o normal agora é ser anormal), verdade, mas um encadeamento da história muito interessante, cenas de ação eletrizantes (não muitas, é verdade). Para mim valeu muito a pena. Acabei de comprar em um sebo on-line a série teen e espero que seja tão boa quanto. Valeu

    ResponderExcluir