1 de abril de 2011

O estranho caso do cachorro morto

Esse é um livro de 2003, sobre um cachorro morto.

Tudo bem, vai, na verdade é sobre Christopher, um garoto de 15 anos. A sua mãe morreu 2 anos antes, e ele vive com o pai. E então ele resolve investigar a morte do cachorro do vizinho em seu quintal. O título em inglês é mais interessante, algo como "O curioso incidente do cachorro a noite" (The curious incident of the dog in the night time).

A particularidade desse livro é que Christoph é autista, ou possui algum outro tipo de problema (limitação? politicamente corretos, perdoem-me), de comportamento e a história é contada do ponto de vista dele, e sempre é muito legal ler um livro em que a perspectiva é completamente diferente da sua.

Se bem que eu me identifiquei completamente com a cena em que ele pega um metrô em Londres, e quando as pessoas começam a deixar lotado o vagão, ele grita porque não suporta que toquem nele, e forma-se uma espaço vazio ao seu redor. Já tive muita vontade de fazer isso aqui...

Quem me emprestou esse livro do Mark Haddon foi a Fér, que inclusive ganhou um prêmio com a sua resenha sobre ele, que foi vinculada num programa de rádio de incentivo a leitura. No entanto, eu o associo a minha sogra, fisioterapeuta, que conhece muito esse mundo de crianças com características especiais. Ela tem verdadeira paixão pela sua profissão e seu trabalho, o que é muito inspirador. Para quem quiser conhecer mais sobre o assunto, recomendo o seu blog Fisioterapia e Inclusão Escolar. E ler esse e outros livros com essa temática, de quem vive no nosso mundo, mas de uma maneira totalmente diferente.

Este post é para a minha sogra querida, Nilcea, dando os parabéns pelo seu aniversário nesse domingo. Que Deus continue abençoando você em todas as áreas de sua vida, em todas suas paixões e todos os seus sonhos! 

3 comentários:

  1. Curti! É bom ver que o hábito da leitura tem mantido raízes nesse Brasil de BBB, corrupção e outras infelicidades. E parabéns pra sua sogra xD

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. tava rondando pela net e encontrei essa pagina, eu li esse livro a uns 6 anos atraz, e gostei muito, e lembro sempre desse livro justo pela parte do metro!

    ResponderExcluir