18 de janeiro de 2010

O Poeta Fingidor

Esse livro eu ganhei de Natal da minha mãe (sim, esse é meu!), com uma anedota familiar muito legal... Ela disse que quando estava grávida de mim sentia vontade de ler poesia, e leu várias do Fernando Pessoa... Por isso que eu nasci assim, :-), e esse poeta é especial...
Este livro fez o caminho inverso ao mais comum: esteve primeiro na TV e depois virou livro, por isso que ele inclui um DVD, com o documentário que a Globo fez comemorando os 120 anos do nascimento do poeta e, até onde eu sei, só passou na globonews. O documentário foca mais na figura do poeta, ou seja, procurando saber mais sobre sua vida cotidiana, o que fazia, como ele era. Entra em contato com uma sobrinha dele, que lembra de brincar com ele de "barbeiro" (que era ela, com 4 anos), ou com a sobrinha de uma "namoradinha" dele. E aí ele procura ir contra a ideia de que Fernando era homossexual, o que ele não gostava, pelo jeito, era de casamento. O documentário é todo em Portugal, com umas paisagens muito bonitas, realmente vale a pena - mas não espere algum estudo literário.
O livro começa com uma introdução sobre o poeta, baseado no estudo que o autor-jornalista fez tanto para o documentário como num período anterior em sua vida (sem especificar exatamente o porquê). Então, as poesias citadas no documentário são apresentadas na íntegra, com muitas fotos de Pessoa e de manuscritos - o livro todo é muito bem feito, com capa dura e páginas brilhantes, bem coloridas e bem diagramadas.
O que eu mais gostei é o registro da suposta primeira poesia, do garoto então com 7 anos, para sua mãe, que casara novamente e estava com viagem marcada para morar no exterior (na África):
" À minha querida mamã
Eis-me aqui em Portugal
Nas terras onde eu nasci,
Por muito que eu goste delas,
Ainda gosto mais de ti"
E com um pedido desses, que mãe não levaria ele junto?
(Veja bem, não sei nem que mãe deixaria o filho para trás!)
Obrigada, mamy, pelo livro!!!!!

3 comentários:

  1. Taci!! e não é que eu estava pensando no Pessoas esses dias? Isso porque cheguei à conclusão de que uma das vantagens de termos sido colonizados pelos portugueses é podermos ler Fernando Pessoa no original.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Taci!!! Lendo seu comentário me lembrei de ter assistido na Globo.
    bjs mamãe

    ResponderExcluir
  3. kill me, mas eu nao curto poesia :(

    ResponderExcluir